quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Diálogo

- Desculpe, mas não é permitido fotografar neste local, senhor.
- Não? Por quê?
- Porque o local não é apropriado.
- E que local é apropriado?
- Escute, senhor: aqui não pode.
- ...
- Ah, senhor? Também não é permitido fumar aqui.
- Ora, e por quê?
- Não é local apropriado, senhor.
- Então é apropriado para fazer o que?
- Só sei que não pode fotografar e nem fumar, senhor.
- ...
- Senhor, vá me desculpar, mas comer também não pode, não.
- Ah, claro... Imagino que não seja local apropriado.
- Isso mesmo, senhor. 
- ... 
- Senhor?
- Sim...
- O senhor pretende ficar aqui parado por quanto tempo?
- Por quê?
- Também não pode ficar parado neste local, senhor.
- Talvez o cavalheiro esteja me sugerindo que eu saia daqui, certo?
- Senhor, desculpe, mas não tenho autorização para sugerir.



- Ensaio de: A Metamorfose do Processo, Caderno de Poesia nº 3

Por Fernanda Serpa, 2003.



Um comentário: