quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Defender-se acusando

Em época de eleições presidenciais, somos submetidos a investidas massivas da mídia sobre a agenda e a reputação dos candidatos.

Pois, como um alento contra a imbecialização moral, li na Revista Piauí uma matéria interessante de como funcionam as campanhas da corrida eleitoral, incluindo os virais da internet.

Não costumo usar temas políticos nos meus textos, mas acredito que o fenômeno do ataque e da defesa instauram-se na vida em todos os âmbitos... pessoal, profissional. Por isso, arrisco um post sobre o assunto.

Eis uma das primeiras reações do ser humano quando é confrontado, com verdade ou não: Atacar.

Adianta defender-se acusando? Observo que, na hierarquia de nossas vidas, quem domina a decisão tende para o lado do acusador acuado. É o "instinto" da democracia, a força da igualdade. Afinal, não podemos deixar que o resultado de uma ação seja injusta para uma das partes, podemos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário