quarta-feira, 26 de maio de 2010

No turbilhão da mudança...

Há vezes em que o meu pensamento fica tão introspectivo que passo a analisar cada fato comum da minha vida e das coisas que me rodeiam, transformando-os em verdadeiros exercícios de autoanálise. Estou em um desses momentos, cheia de angústia.

Ontem, assistindo ao seriado How I Met Your Mother, refleti sobre o tema de como as pessoas mudam ao longo do tempo e como essas mudanças constantes assustam o indivíduo. Eu casei, mudei de casa novamente, mudei de trabalho, conheci pessoas e me aproximei delas, afastei outras tantas.
Sempre gostei de mudar, mas também tenho medo das incertezas de cada transição. O mais engraçado é que, ao lembrar do passado, percebo que momentos estáveis e sem mudanças me entediavam e eu facilmente colocava inúmeros defeitos na minha vida. No turbilhão da mudança, eu não tenho muito tempo para reclamar... Estou repleta de expectativas e ansiedade.
Não existe um jeito certo para lidar com mudanças. Acredito que cada um enfrenta à sua maneira, mas sei que pensar sobre o assunto, comparar as situações e escrever sobre isso me ajuda a apaziguar os ânimos.
Sinto a mudança chegar e espero que sejam boas novas, sempre.

Um comentário:

  1. Me lembrou dessa:

    "May your hands always be busy,
    May your feet always be swift,
    May you have a strong foundation
    When the winds of changes shift"

    Gostei muito do blog Fe, vou visitá-la sempre ;)
    bjs!

    ResponderExcluir