sexta-feira, 17 de agosto de 2007

40% da comida norte-americana vai para o lixo

A gravidade da manchete chamou minha atenção para uma notícia publicada no site da BBC. Cerca de 30% da comida comprada em países ricos vira lixo.
Claro que eu poderia escrever aqui um texto fleumático e indignado, alegando quão absurdo é o desperdício de comida enquanto mais de 800 milhões de pessoas são vítimas de subnutrição. Sim, eu poderia insinuar o egoísmo do ser humano e a total falta de coerência, quando um país como os Estados Unidos da América, que chegam a jogar 40% de seus alimentos no lixo, oferecem 200 mil dólares para ajudar vítimas do tremor que aconteceu no Peru.

Eu poderia reclamar, sim, mas vou deixar para o professor Jan Lundqvist (na notícia) o espaço para os argumentos incontestáveis de que nossa sociedade está no caminho errado, e com os valores completamente distorcidos.

Pensar nessa notícia de forma mais profunda é lembrar das calamidades mundiais, que parecem não ter solução... As mortes diárias no Oriente Médio, as infinitas guerras por diamante na África, o alto índice de analfabetismo brasileiro, a caça aos animais em extinção...
Vou parar por aqui, senão nem dá vontade de acordar amanhã para tomar um café.

Veja aqui a matéria completa

2 comentários:

  1. é fê, pelo menos c existisse um método disponível para reciclagem já seria ótimo, pois em ksa o q agente separa de latinha de cerveja num é brincadeira, maaaaasss num adianta muito, pois qndo colocamos o lixo lá embaixo no lixo do prédio junta tudo....

    fazer o q neh... :(

    ResponderExcluir
  2. é fê, pelo menos c existisse um método disponível para reciclagem já seria ótimo, pois em ksa o q agente separa de latinha de cerveja num é brincadeira, maaaaasss num adianta muito, pois qndo colocamos o lixo lá embaixo no lixo do prédio junta tudo....

    fazer o q neh... :(

    ResponderExcluir