sexta-feira, 13 de julho de 2007

Subprefeitura cancela festival promovido pela Prefeitura de SP

É com imenso desprazer que informamos que o FESTIVAL SINFONIA DE CÃES IV, que acontecerá no próximo sábado, dia 21 de Julho de 2007, teve seu local original de realização, a Pça da Subprefeitura de Santana/Tucuruvi, ALTERADO PARA A SOCIEDADE AMIGOS DE VILA SABRINA, LOCALIZADA NA AV. JARDIM JAPÃO, 73, VILA SABRINA.

O motivo do cancelamento do evento no local, se deve ao fato da Subprefeitura de Santana/Tucuruvi ter negado o pedido de autorização de uso do espaço, duas semanas antes da data de realização do evento, ressaltando que o projeto foi entregue pela primeira vez a esta Subprefeitura em março de 2007, e desde então em nenhum momento foi cogitada a possibilidade da não realização do evento no local por falta de infra-estrutura.

Roger Duran - coordenador do coletivo Sinfonia de Cães


Abaixo reproduzo a carta enviada à subprefeitura.
Bom dia, sr. Subprefeito José Roberto Piteri
.

Gostaria de declarar meu descontentamento e indignação diante da decisão da Subprefeitura de cancelar o Festival Sinfonia de Cães IV, um projeto de que tem apoio da Prefeitura de São Paulo e do VAI, projeto que tem a finalidade de incentivar a cultura.

É assustador como a discrepância de vossa atitude não cai nas suas vistas a ponto de fazê-los perceber que situação absurda vossa entidade provocou. A completa falta de sentido só não é mais grave que a falta de respeito que vossa entidade demonstrou ao coletivo Sinfonia de Cães, que organizou o evento, envolvendo custos, pessoas, tempo, e trabalho, muito trabalho!

Lhes foi enviado o pedido de autorização em março. Autorização esta que solicitava um espaço para a manifestação de atividades culturais voltada para a comunidade. O coletivo Sinfonia de Cães acredita que a comunidade tem necessidade de atividades culturais. O governo de São Paulo possui uma verba reservada para a cultura e por isso criou o projeto Vai, para que grupos e organizações interessadas e que acreditam que podem fazer a diferença na sociedade venham e ofereçam algo que o próprio governo não tem capacidade de criar, mas que tem a obrigação de oferecer.

Estamos, portanto, oferecendo cultura e entretenimento para a comunidade, além de dar utilidade à praça que, muitas vezes está subutilizada. Porém, de repente, nos vemos bloqueados por empecílios e burocracias sem sentido. Como é possível declarar num documento oficial que, mesmo sem ter recebido qualquer tipo de reclamação nem ter ocorrido qualquer problema no festival que realizamos anteriormente, não será possível ceder um espaço que é público? Com que argumento legal é possível sustentar esta idéia absurda, que veta os direitos do cidadão de ter acesso à cultura? Realmente é difícil e quase impossível compreender a postura de vossa entidade. A minha opinião particular é que a vossa postura é reflexo do mais infame preconceito. Preconceito sim, por tachar o comportamento do público freqüentador de nossos festivais inadequado para vosso espaço.

Como cidadã, jornalista e assessora de imprensa do coletivo Sinfonia de Cães, quero salientar que não só lamento como repudio tal atitude. E quero também informar que, mesmo com vosso impedimento, manteremos a data de realização do evento em outro local, graças a pessoas e organizações que acreditam no nosso trabalho e lutam por uma cidade melhor, despidas de qualquer preconceito.

Eu me envergonho do sistema de governo de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário